10 sintomas que podem indicar apneia do sono

A asfixia obstrutiva do é uma perturbação que culpa paragem momentânea da respiração ou uma respiração bastante superficial durante o , resultando em roncos num folga pouco relaxante que não deixa restaurar as energias. Desta forma, além de sonolência durante o dia, esta doença provoca sintomas como de concentração, dor de testa, neurastenia até insuficiência.

A asfixia do acontece devido à obstrução das vias respiratórias em função da desregulação dos musculos da faringe. Além disto, existem hábitos para toda a vida que aumentam o risco de desenvolver uma apnéia obstrutiva do , como o excesso de peso, consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo uso de remédios para dormir.

Esse distúrbio do deve ser tratado por meio da melhora dos hábitos para toda a vida do uso de uma máscara de ar que empurra o espaço para as vias aéreas facilita a respiração.

Apneia do sono: o que é, como como identificar e tratar

Como identificar

Para identificar a apnéia obstrutiva do , deve-se notar a presença dos seguintes sintomas:

  1. Roncar durante o ;
  2. Ajustar numerosas vezes à noite, da mesma forma por poucos segundos de modo imperceptível;
  3. Apresentar paradas da respiração ou sufocamento durante o ;
  4. Ter excesso de cansaço durante o dia;
  5. Despertar para urinar ou perder xixi durante o ;
  6. Ter dor de carola pela manhã;
  7. Diminuir o rendimento nos estudos ou trabalho;
  8. Ter alterações da concentração da memória;
  9. Desenvolver violência depressão;
  10. Ter insuficiência sexual.

Esta doença acontece em consequência de um estreitamento nas vias respiratórias, na zona do nariz gorgomilos, que acontece, particularmente, por uma desregulação na atividade dos musculos da localidade da gasganete chamada faringe, que deve estar abundantemente relaxada ou estreitada durante a respiração. O tratamento é constituído pelo dr. pneumologista, que poderá indicar um aparelho chamado CPAP ou, em poucos casos, cirurgia.

Ela é mas geral em pessoas dos 50 anos de idade, a quantidade intensidade dos sintomas varia conforme a seriedade da apnéia, que é influenciada por fatores como excesso de peso anatomia das vias respiratórias da persona, por ex.

Veja também outras doenças que ocasionam excessivo cansaço.

Tipos de apnéia do

Existem 3 tipos primordiais da apnéia do , que podem ser:

  • Asfixia obstrutiva do : acontece na maior número dos casos, devido à obstrução das vias aéreas, causadas pelo relaxamento dos musculos da respiração, estreitamento alterações da anatomia do pescoço, nariz ou queixada.
  • Sufoco medial do : acontece, usualmente, depois alguma doença que justificação lesão cerebral altera a sua capacidade de regular o dedicação respiratório durante o , como em casos de tumor cerebral, pós-AVC ou doenças degenerativas do cérebro, por ex;
  • Sufoco mista: é provocada pela presença tanto de apnéia obstrutiva como de apnéia meão, sendo o gênero de mas vasqueiro.

Também existem casos de apnéia temporária, que deve suceder em pessoas com escandescência das amígdalas, tumor ou pólipos na localidade, por ex, que podem dificultar a passagem do espaço durante a respiração.

Apneia do sono: o que é, como como identificar e tratar

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico estrito da síndrome da apnéia do é constituído com a Polissonografia, que é um examinação que analisa a qualidade do , medindo as ondas cerebrais, os movimentos dos musculos da respiração, a quantidade de espaço que entra sai durante a respiração, além da quantidade de gás no sangue. Este inspecção serve para identificar tanto a apnéia como outras doenças que interferem no . Saiba mas sobre como é feita a polissonografia.

Além disto, o dr. irá fazer uma avaliação da história clínica examinação físico dos pulmões, cara, goela pescoço da persona, o que também poderá auxiliar a diferenciar entre modelos de apnéia.

Como cuidar

Para cuidar a apnéia do , existem pequeno número de alternativas:

  • CPAP: é um aparelho, semelhante a uma máscara de ar, que empurra o espaço para as vias aéreas facilita a respiração melhora a qualidade do . É o principal tratamento para a apnéia do .
  • Cirurgia: é feita nos pacientes que não melhoram com uso de CPAP, que deve ser uma forma de tratamento da apnéia, com a correção do estreitamento ou obstrução do espaço nas vias respiratórias, correção de deformidades na queixada ou a colocação de implantes.
  • Correção de hábitos para toda a vida: é essencial hábitos que podem estar piorando ou desencadeando uma apnéia do , como fumar ou ingerir substâncias que provocam sedação, além de ser realmente essencial perder peso.

Os sinais de melhora podem demorar várias semanas para serem notados, porém já se deve perceber a subtracção do cansaço ao longo do dia devido ao mas restaurador. Saiba mas pormenores sobre o tratamento para a apnéia do .

O tratamento da apnéia do é essencial porque, além de diminuir a quantidade de roncos incomodar menos as pessoas ao volta, também previne o início de complicações doenças desencadeadas por este distúrbio, como: hipertensão arterial, diabetes classe 2, insuficiência cardíaca, arritmia, infarto AVC.

É provável também lidar a asfixia do através de medidas fácil naturais, como por ex não tomar remédio para dormir fazer atividades físicas de modo regular com o propósito de o peso seja manteúdo haja melhora na passagem de espaço, diminuindo o ronco a sensação de falta de espaço. Confira 3 opções naturais para olhar a sufoco do .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *